Seja bem-vindo(a)!

Aproveite esta oportunidade para compartilharmos informações, textos, ideias e reflexões a respeito do processo de ensino e aprendizagem.
O conteúdo deste blog é direcionado a professores, coordenadores pedagógicos e diretores de instituições públicas e particulares de ensino, além de psicopedagogos, pais e interessados na prevenção contra problemas de aprendizagem.

Pense Nisso!


Nada está no intelecto que não tenha passado antes pelos sentidos
(Provérbio antigo)

http://www.meusrecados.com/frases_proverbios.php">MeusRecados.com - Frases de Provérbios para Orkut


terça-feira, 12 de maio de 2009

A IMPORTÂNCIA DA PSICOMOTRICIDADE

“O meu corpo fala. O seu corpo fala. Ambos se comunicam e se relacionam, especialmente ao nascer, mediante a linguagem corporal.” (Noêmia A. Lourenço)

A Psicomotricidade, a qual é a ligação entre mente e corpo, é importante para a aprendizagem da leitura e escrita.
O indivíduo que não teve as capacidades e habilidades bem desenvolvidas nessa área, certamente encontra muitas dificuldades, por exemplo, na definição de esquerda e direita, a Lateralidade.
Segundo MEUER e STAES (1989),

“Para a maioria das crianças que passam por dificuldades de escolaridade, a causa do problema não está no nível da classe a que chegaram, mas bem antes, no nível das bases. Os elementos básicos ou “pré-requisitos”, condições mínimas necessárias para uma boa aprendizagem, constituem a estrutura da educação psicomotora.”

A falta de “pré-requisitos” ou “elementos básicos” mal trabalhados pode acarretar, ainda segundo MEUER e STAES (1989) as seguintes dificuldades:

1. ESQUEMA CORPORAL

- Não coordena os movimentos
- Atrasada ao despir
- Dificuldade nas habilidades manuais
- Caligrafia “feia”
- Leitura expressiva, não harmoniosa:
- o gesto vem após a palavra
- não segue o ritmo
- para no meio da palavra

2. LATERALIDDE

- Problema de ordem espacial
- Não percebe diferença entre seu lado dominante
- Não distingue direita e esquerda
- Incapaz de seguir direção gráfica (leitura começando pela esquerda)
- Não consegue reconhecer a ordem em quadro

3. PERCEPÇÃO (ORIENTAÇÃO) ESPACIAL

- Espelhamento: por causa da lateralidade

- “b” e “d”
- “p” e “q”
- “21” e “12”

- Não distingue alto e baixo

- “b” e o “p”
- “n” e “u”
- “ou” e “on”
4. ORIENTAÇÃO TEMPORAL E ESPACIAL

- Noção de antes - depois: confusão na ordenação dos elementos de uma sílaba
- Análise gramatical prejudicada: não consegue reconstruir uma frase com as palavras misturadas
- Fracasso na matemática, pois para calcular precisa:
- ter pontos de referência
- colocar os números corretamente
- possuir noção de fileira e de coluna
- combinar as formas para fazer construções geométricas

Provavelmente, dificuldades ao segurar o lápis, utilizar o caderno de modo convencional (organização, preenchimento adequado do espaço), confusões ortográficas, cálculos (27 + 58 = 913, ou seja, soma 2 e 7, depois 5 e 8, por exemplo), entre outras, podem ser em razão da psicomotricidade.
O(a) professor(a) pode auxiliar os alunos aplicando atividades que desenvolvam a motricidade como jogos recreativos.
A interdisciplinaridade com Educação Física e Artes também é um meio de prevenir ou solucionar problemas de aprendizagem.
É fundamental que o(a) professor(a):
- usar a criatividade;
- vivencie os exercícios antes de aplicá-los;
- participe junto aos educandos;
- seja um espelho para os alunos;
- evite fazer pelos alunos e compará-los entre si (eles devem fazer sozinhos, pois cada um tem seu estilo, sua modalidade de aprendizagem) para não causar outro efeito;
- ao realizar as atividades alternar direita / esquerda (mãos, pés, pernas, olhos, ombros, enfim);
- partir do amplo para o menor (do mais fácil para o mais difícil).
- fazer relaxamento ao terminar os exercícios (música, sem música, cadeira, colchonete) (relaxar as partes do corpo (esquema corporal) e a mente (relaxamento mental / emoção) (1, 2, 3, 4, 5 e volta);
- quando a criança não sabe distinguir pode colocar uma fitinha ou fazer um desenho indicando a mão( a mão que tem fitinha é a direita). Se ela erra deve-se questionar: Aonde está a fita?, por exemplo.
- deve-se treinar primeiro um lado depois o outro, e então alternar.
- comemorar e elogiar sempre, a cada realização do educando.

SUGESTÔES DE TRABALHO:

- Dobraduras
- Amarelinha
- Pular corda
- Andar sobre linhas
- Trabalhar com sucatas
- Atividade com revista: (cortar em tiras (franjas) sem destacar, com uma ou as duas mãos, movimento de pinça; destacar as tiras e amassar formando bolinhas, guardar, posteriormente jogar no lixo com a mão esquerda e direita ou colar preenchendo os espaços internos de uma figura ou contornar letras); (juntar folhas em formato de bolas (fileiras ou grupos), um passa para o outro, acrescenta papel e aumenta o tamanho da bola (pode passar cola para não soltar) e depois de a bola formada pode chutar (lateralidade e orientação espacial) delimitando espaço (lixo ou círculo desenhado no chão, por exemplo, bambolê).
- Gincanas (passar por baixo, por cima, de costa, pelo lado direito, pelo lado esquerdo)
- Jogar bola, arremessar (para cima, para baixo, para o lado etc.)
- Atividades com músicas para acompanhar ritmos atendendo a comandos;
- Ginástica Historiada; Dança.



Há muito que pode ser feito!



BOM TRABALHO, PROFESSOR(A)!



REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

MEUER, A. de; STAES, L. Psicomotricidade: educação e reeducação: níveis maternal e infantil. São Paulo: Manole, 1989.




Um comentário:

Luciana Rodrigues disse...

Sou Pedagoga especializando-me em psicopedagogia e ler este artigo me fez ver a real importancia do nosso papel enquanto educadores. Que voce continue a contribuir para a nossa pesquisa. Um abraço!